sexta-feira, 17 de julho de 2009

Loucura de sãos

Salvador Dali. Por An-Chin Cheng. 1997


Isso aqui não é poesia
Não é prosa
Não tem ambição de ser arte
Não é sobre o mundo
Sobre os problemas no senado
Nem sobre aquecimento global
ISSO é um desabafo

Quero falar
Falar não, gritar
Gritar bem alto
Quero que escutem
E calem
Não quero opiniões
Sugestões são proibidas
Nem que seja um simples conselho
Aqui impera a ditadura
Aqui impera o rei absoluto

Dessa vez é diferente
Não quero brincar
Nem ser sutil
Não quero explorar palavras
Não quero rima
Não quero métrica
Não quero forma
Eu quero gritar

Ouçam pobres miseráveis
Ouçam falsos moralistas
Escutai, ó realeza

Cansei de viver de migalhas
Não vou obedecer
Eu não sou padrão

Quero um remédio
Quero um veneno
Quero overdose de paz
Sem choro
Sem riso
Sem nada

Sem cara
Sem peito
Sem roupa
Sem resposta
Sem palavra

Calem-se!
Escutem!
Não quero murmúrios!
Não quero gemidos!
Não quero susurros!

Zi
Crato
Não quero ser entendido
Quero que me compreendam
Chamem um padre
Chamem um pai de santo
Um apóstolo, pastor, santo milagreiro
Quero um exorcismo

Exorcismo desse lixo
Dessa gente medíocre
Nem boa, nem má
Média

Vou vomitar em cima de vocês
Vomitar essa água morna
Esse mais ou menos
Vomitar essa comida barata

Calem-se!
Ainda não terminei

Só saiu daqui com meu corpo imaculado
Não quero mancha
Não quero doença

Voltem aqui!
Tranquem a sala!

A palavra é minha voz
Minha morte, minha vida
Ouçam
Um som
Tac
Tac
Tac Griz

Alguém bate
Alguém arranha
Não abram
Pode ser um estranho
Não quero mais ninguém aqui
Quero vocês
Escutem
Meu choro mudo
Minha lágrima órfã
Solitária
Quente
Úmida
Meu brado forte
Meus murros ao vento
Agora ordeno
Não peço
Me matem
Sem pena
Andem logo
Eu conheço vocês
Cada um
Estão loucos pra ver caído
Aqui no chão
Sangue escorrendo

Seus rostos
Caras de assombro
Não me iludem

Peguem uma faca!
Um punhal!
Calibre 38
R -15
Fuzil
Morte ao rei!
Morte ao poeta!

Quero uma morte brutal
Quero lhes dar esse prazer
Cortem minha cabeça
Meus pés
Minhas mãos
Só não calem minha voz

Quero gritar
Um grito mudo
Um grito surdo

Ó escutai
Escutai nobres assasinos
Escutai corja real
Escutai santo episcopado

Aqui jaz o rei
O santo
O nobre
O divino orixá
Péssimo filho
Falso amigo
Louco
João Victor

19 comentarios:

Junior disse...

Caraca mano, vc ta revoltado hein?

Essa sua prosa foi muito boa. As vezes eu tbm tenho vontadade de fazer coisas para ver se os políticos tomam consciência e param de tanta falcatrua.

Valter Angelo disse...

muito bom João Victor!

sabe, eu encontrei palavras minhas aí, digo, palavras que eu me identifiquei e que as vezes falo a mim mesmo. seu desabafo foi realmente perfeito, desabafo ao mundo, a tudo.

parabéns. muito bom.

Anderson Cavalcanti disse...

Rapaz...
Você escreve MUITO bem.
Gostei muito!
Parabéns!

Lucas Alsil disse...

tu que fez ?
escreve bem garoto =)

Luizmetalico disse...

Blog Muito Bacana..Boas ideias pra gente:D

J P F O X disse...

Antes tava pensando que não eram suas palavras. Quando cheguei na parte do "senado" achei que você tinha adaptado, mas depois lendo e contextualizando notei que o texto é seu.
Parabéns!!!!!
Inté...

- αlinє pαim disse...

Pow, que massa seu blog!
Adirei os textos, vc é um artista!
Virei aqui mais vezes
;)
beijoo da Aline Paim

http://www.alinepaim.com

Paty =] disse...

Nooossa ficou muito booom!

Alle disse...

Morte a o poeta!

Vêh disse...

Nossa! Adoreei! Você escreve mto bem! Mesmo!

http://sobrenomeamor.blogspot.com/

beijoos

Dinarte Assunção disse...

Putz, que massa!

VenαnciiO Sαteolly disse...

Poxa Vou até seguir O Blog !

MASSA !

Bárbara Moreira disse...

muito bons seus versos, seu jeito de colocar pra fora seus pensamentos. :D

Elton JG disse...

Deu medo
parabéns pelo blog!



http://jogosgamers.blogspot.com/

Camis disse...

Tens talento com os versos, rapaz!

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Dayane Pereira disse...

Não vou obedecer
Eu não sou padrão,
ameei!

Vini e Carol disse...

Muito bommm!
Como dizem, existem loucos mais conscientes que os são!

Abraços.

Jotavê disse...

Pode me chamar de beato, mas sou só um garoto que acabou de voltar do retiro da crisma e está inspirado pelo espírito santo de Deus, e uma música que choro demais ao ouvir é "Noites Traiçoeiras" e sei que se acredita em Deus você chorará também.

"O mundo pode até fazer você chorar, mas Deus te quer sorrindo."

escute: http://www.youtube.com/watch?v=fb1zhrlsAH0

Tainá disse...

"escrever pra político ver"??? o caralho!

se um político comentasse o seu texto, João, deveria vomitar outro em cima dele, para que ouvisse calado.

a palavra é o poder!

muito bom, adorei.. o final foi ótimo!!