domingo, 31 de maio de 2009

Amenidades


Hoje uma borboleta invadiu meu quarto
Estava escuro
Sem vento, nem barulho

Hoje uma borboleta entrou pela janela
Batendo as asas amarelas
Feito pintura em tela

Hoje uma borboleta pousou nas minhas cortinas
Aguçou minha imaginação
Beijando as flores do edredom

Um pedido eu fiz a ela
À borboleta da janela
Voa, voa sobre mim
Traga o néctar do alecrim
Da petúnia, do jasmim
Faz minha casa seu jardim

JOão Victor




"Poesiazinha" essa! Com um quê de infância. (risos=)

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Is it really a new day?




Barack Obama. Nome do século. Que traz em si revolução e superação. É. Mas será que mudou? Todo o globo conta com isso, afinal quer mais contradição do que o presidente norte-americano ser negro e ter nome árabe? É até irônico. Mas essa mudança se basta a nomes, propaganda ou cor da pele?

Pelo que mostra a atua conjuntura parece mesmo que alguma coisa está mudando. O mundo está mudando. A crise econômica batendo a porta de todos nós e lá nos States já tomou conta, fez baderna e está tomando um cafezinho com os vizinhos norteamericanos. Obama, como era de se esperar, adotou a tal política de intervenções tornando grandes empresas multinacionais americanas em estatais. Quem diria, ein?! O berço do liberalismo econômico, formentadores do Tratado de Washington (Um acordo pra ferrar com a América Latina que propunha a privatização das estatais) agora até na GM estavam cogitando intervir.

Obama está mudando a lógica internacional mesmo. Quem diria que o presidente dos States estaria liderando um acordo entre França e Alemanha para estabelecimento de um novo Acordo Ambiental? Isso aconteceu tem poucas semanas. Logo eles, que se negaram a assinar o Tratado de Kioto. Que diziam que suas economias industriais seriam afetadas pelas normas do Tratado. Fala sério! Preferem sacrificar o próprio Planeta a perder alguns milhões. É claro. Os acionistas da Wall Street precisam, coitados. Como eles poderiam viver sem os jatinhos e suas mansões? Impossível.

E ainda tem mais. De acordo com uma pesquisa conduzida pela Universidade de Maryland juntamente com a empresa de pesquisas Zogby International realizada em 7 países a imagem daqueles "malditos infiéis dominadores da sociedade judaico-cristã ocidental" está bem melhor após Obama. De acordo com a pesquisa mais de 50% dos árabes tem uma visão "esperançosa" em relação aos rumos da política norte-americana. Quem não lembra daquelas "cerimônias" árabes em que as bandeiras dos EUA eram queimadas manchando a constelação norte-americana?

E o que ninguém esperava. O líder revolucionário e "comunista" (melhor termo seria "Fidel Castrista" rs) de Cuba afirmou "Do ponto de vista social e humano, (Obama é) o melhor candidato à Presidência". É isso mesmo que você está lendo. O próprio. O cara. O Fidel.
É. As coisas estão mudando. It's a new day. Esperamos que esse new day traga mudanças positivas e assim como os americanos lá do Norte os daqui do Sul também possam dizer: "Yes, we can" ou melhor "¡Sí, nosostros podemos!/Sim, nós podemos!"
Se interessar ver: http://listadeideias.blogspot.com/2008/01/primeiro-post-bem-vindos-ao-blog.html

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Memórias confusas de mim

Confusão. Hoje estou confuso. Tudo gira. Idéias perdidas, espaços vazios, memórias de alguém.
Medo. Medo do que vem. Medo do futuro. Medo de mim mesmo.
Chuva. Em mim chove. Cai tempestade. Vem tornado. Tormenta em alto mar. Lágrimas de chuva. Gotas de tristeza.
Tristeza. Profunda e escura. Não dá pra saber onde pisar.
Mostrar o que a gente sente nunca é fácil. Sentir o que a gente vê muda a alma.
Mudança. Não mais confusão. Sem medo. A chuva vai passar.
Eu cansei de me esconder de mim mesmo num quarto escuro da alma.
Hoje eu li que a gente deve deixar que chuva nos molhe pra que cresçamos ao raiar do sol.
Então, mais uma poesia pra me embriagar e esquecer do mundo.



Chuva
Tempestade
Confusão
Aqui no meio tormenta

Sozinho
Sombrio
Mãos invisíveis tentam me sufocar

E a raiva que me corrói
E paralisa meus pés
E o medo que desconstrói
Faz o meu corpo adoecer

A visão escurece
As pernas pesam
Os dedos paralisam
Quase não consigo ouvir

O gosto amargo do licor mais doce
O arrepio do barulho insistente
Azul, verde, lilás

Os sentidos se vão
A mente puída
Os espaços vazios

Coração para
E cansa
E não bate mais

Silêncio

Só resta saber
Sentir
Que vai Amanhecer
Dentro em mim.

JOão Victor

"E se quiser saber pra onde eu vou, pra onde tenha sol. É pra lá que eu vou."

quarta-feira, 20 de maio de 2009

No batuque do Quilombo

Bom, como prometido, vou narrar minhas aventuras no Quilombo São José. Ele fica no município de Valença, norte do Estado do Rio, próximo a Conservatória (a capital das serestas)
Depois de situar, vamos a parte divertida. Lá estava acontecendo uma Festa da Cultura Afrobrasileira em menção ao dia 13 de maio. Lembra? 13 de maio? Quando a tia da pré-escola ensinou... 13 de maio a Princesa Isabel assinou a lei áurea. E todo aquele lenga lenga da princesa boazinha. É. Boazinha essa Isabel não tinha é de nada. A libertação do escravos no Brasil foi resultado de pressões internacionais (que também não estavam nem aí pra questão humanitária, estavam é de olho nos LUCROS) e por outra causa por muitas vezes negligenciada por nossos professores de história: A luta dos negros. E nada mais emblemático pra exemplificar essa luta que o próprio Quilombo - comunidade formada por escravos fugidos que se escondiam em espaços isolados para fugir do trabalho forçado.
Então, vamos ao lugar. Casa de pau-a-pique, festa, alegria e multicoloridos. Essa seria a melhor descrição para o espaço. É preciso sentir todo o clima do lugar para compreende-lo. Ao fundo uma capela que mostrava o sincretismo religioso com a umbanda.


Durante o dia, festa e muita música. Saias coloridas, danças com boi. A noite ainda ao som do tambor muitas danças. Uma em especial muito interessante. Tinha uma boneca gigante, um boi e uns animais estranhos que ficavam dançando com uma música que contava uma história sobre esses personagens. No fim da dança, o público era convidado a participar pulando e dançando em roda em torno da boneca. Nessa hora estava lá autistando quando a Vic (autora das fotos) me puxou pra ir para o "meio." Demais. Muito divertido. Logo depois acontece o momento clímax da festa. Todos os quilombolas devidamente vestidos de branco se dirigiram a capela para o início deste momento muito especial: A Benção da Fogueira. O chefe do Quilombo, Seu Toninho, nos diz que aquele ano em particular a festa teria um quÊ de especial, porque o mais idoso do Quilombo tinha voltado recentemente de uma internação hospitalar e estava muito feliz com toda a animação da festa.

Sem mais discursos, parte-se para o prático. Todos os quilombolas saem como em procisão da capela, ao som de tambores e uma música que pedia a Deus que abençoasse a fogueira e todos que estavam ali.
Enfim, quando chegam ao pátio, a fogueira é acessa. Cena única, imperdível. A matriarca do Quilombo passa abençoando todos os que estavam em torno das labaredas de fogo e começa o Jongo.

O Jongo é uma dança nascida entre os negros de Valença que se espalhou por todo o Estado do Rio e Sul de Minas. É maravilhoso dançar o jongo. Fiquei babando. E o episódio que mais me emocionou entao aconteceu: ao som de uma música sobre a libertação dos negros o ancião do quilombo dança com uma menina de uns 7 anos. Olhos encheram d'água, pelos arrepiados.
Depois deles, agora os visitantes também tinha seu espaço. Começava a roda de jongo que só terminaria por volta das 3 da manhã. Ensaiando alguns passos e com a ajuda de duas professoras feras na dança, me atrevi a entrar na roda. Momentos de tensão!!! Muito nervosismo, mas foi mágico! Gostei muito!
Ainda tinha um outro ambiente com forró. Eu, animado do jeito que estava, até arrisquei uns passos no forró e com ajuda da amiga Vic até que não fiz muuito feio.


Galera, vale a pena descobrir essa cultura. Desvendá-la dentro de nós mesmos. Porque ela está dentro da gente, só precisamos ter mais sensibilidade aos batuques de nossa alma. Ficar atentos ao gingado do tambor mais presente em nós do que podemos imaginar.
Credito das Fotos: Victória Roque

Muito obrigado a amiga Victória por ceder as fotos para publicação no blog. Um Beijãaaaoozãoo pra você. Ela arrasou nas fotos, neah?!

Prometo mais fotos em breve..

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Africanidades

Jongo no Quilombo São José


Estrada de chão
É Pau-a-pique, é São José
Sou quilombola, sim senhor
Filho de preto o que é?

Batuque no escuro
Morena bunita vai tabear
Quero ver quem não vai se juntar
Quando o jongo começar

IoiÔ canta
Iaiá levanta
Levanta a saia
E entra na dança

Quem é branco vira preto
Quem é preto vai dançar
Celebrando a liberdade, realidade iludida
Marcada no passo, no sorriso, na batida, no olhar.

Jogar o charme
Sentir o som do tambor
Jogar o corpo e jongar
Calor

O dia tá clareando
A fogueira apagou
Fuligem voa no ar
Machado pra terminar

JOão Victor






Situando a poesia:
Passei o sábado e o domingo no Quilombo São José, numa festa que esbanjou alegria e efervescência de cultura
afrobrasileira
. Depois eu ainda vou postar mais sobre o Quilombo

quinta-feira, 14 de maio de 2009

"Tivemos os melhores sonhos..."


Essa era uma das frases escritas a grafite na parede da exposição OSGEMEOS - Vertigem de Gustavo e Otávio Pandolfo que está no CCBB Rio até o dia 17 de maio.






Realmente brilhante! Somente assim que podemos definir toda a evervecência de cores e sentimentos da exposição. A idéia central, pelo menos o que percebemos, foi uma tentativa dos artistas em mostrar as alegrias e tristezas da mente humana. As contradições e multifaces do "bicho-homem". E para essa empreitada esbanjaram criatividade. Uma casa-cabeça que nos remetia a confusão, tristeza, pânico e ao lado uma "cabeça" gigante onde de dentro pode-se ter uma surpresa fascinante. Não vou contar se não estraga!

O que nos chamou muito atenção ainda foi uma das obras que estava na segunda sala de exposições onde vários elementos, corpos, "idéias" giravam e se perdiam em meio a um redemoinho de cores fortes. Infelizmente não pudemos fotografar. As fotografias aqui publicadas são achados da internet.
Recomendo a visita! Vai lá e confere ao vivo!

Ainda depois de visitarmos algumas exposições, chegamos a Igreja de Nossa Senhora do Carmo. Fascinante! Igreja dos tempos da vinda da Corte Portuguesa ao Brasil, com arquitetura em Rococó. Me impressionei com o conceito de sagrado que a Igreja traz. Toda a arquitetura dela nos diminiu e nos faz sentir que ainda pequenos estamos seguros na grandeza de Deus.
Apesar de não ser católico me emocionei com a Igreja do Carmo. Eu e minha amiga nos sentamos por alguns instates e rezamos. Não porque queríamos. Mas porque sentíamos que algo no ambiente nos convidava a rezar.


Igreja do Carmo - Rio

Por fim, terminamos o passeio curtindo o visual da Baía de Guanabara (ainda que poluída, tem um visual bem legal) no fim de tarde das Barcas indo a Niterói.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Sandy nas paradas internacionais

Isso mesmo! Segundo o blog MPB Player, Sandy é a vocalista da décima-terceira música mais tocada no Canadá na parada dance.
Ela teria participado do projeto Crossover do Dj Julio Torres e do violonista Amando Lima (da Família Lima). Inicialmento o projeto contaria com o vocal do Rogério Flausino do Jota Quest, mas a jovem experiente cantora acabou participando com a composição Scandal que anda fazendo sucesso no exterior.
Após se separar musicalmente de seu irmão, Sandy tem estado fora dos flashs da imprensa. Inicialmente ela, fã de Elis Regina, declarava desejo em partir para um lado mais MPB. Então, podemos esperar grandes surpresas da cantora.


Confere aí a música:

terça-feira, 12 de maio de 2009

Rabiscos de mim


Vertigem - OsGêmeos ( no CCBB Rio até o dia 17 de maio. Recomendo)


Apaguei
Não mais rosas
Não mais traços

Rabiscos
E mistos
De grafites

Figura disforme
contorno insiste
cor resiste

Grafite
Grite
Risque
Rabisque

Restam linhas
Linhas tortas
Metamorfas
Palavras?

Arrisque....
Não pisque
Sou eu
Nada importa
Mas persiste
Nada existe

Acredite


João Victor 

domingo, 10 de maio de 2009

Dia das Mães - Prosposta vazia?

Mãe e filho - Pablo Picasso
Hoje, dias das mães: data criada para iludir filhos e mães, incentivando o consumo.

Tá bom...! Essa pode ser uma definição um pouco dura demais. Acredito até que a data possa ter sido criada com o objetivo de aumentar os lucros dos empresários, mas este é um momento que nos faz refletir. Refletir sobre como somos dependentes de nossas mães e como elas são importantes pra nós.
Desde quando ainda nem vimos o mundo ao nosso redor, já estamos ligados a ela. Ela nos alimenta, nos protege e nos ensina a viver.
Hoje de madrugada eu e uns amigos "peregrinamos" pelas ruas de nosso bairro fazendo serenatas para nossas mães. Além de ter sido

muito engraçado ver nossas mães acordando assustadas e descabeladas já querendo chamar a polícia. (Afinal, que vândalos estariam fazendo barulho àquela hora da noite? hihihi) Foi muito legal homenageá-las. Isso é que é importante. Não gastarmos fortunas com presentes, mas demonstrarmos a nossa gratidão e carinho por elas.
Para terminar este post deixo umas palavras de Carlos Drummond de Andrade (que hoje falei pra minha mãe):



"Mãe é sem limite
É tempo sem hora
É luz que não apaga"




E você? O que pensa sobre isso? Comente e dê sua opinião na enquete ao lado durante essa semana.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

13500 pessoas chamando pelo "Jude"

Essas são 13500 pessoas em Londres na Trafalgar Square cantando Hey Jude dos Beatles. Isso mesmo!!! 13500 pessoas cantando Hey Jude!
Esse evento foi organizado pela T-Mobile que usará as gravações do coral cantando "na, na, na, na, na... Hey Jude" para uma campanha publicitária.
É isso sim é que é publicidade!
Realmente emocionante ver um coral tão grande cantando esse clássico do Rock, essa peça rara da música dos Beatles.

terça-feira, 5 de maio de 2009

Leis da Ciência Modernaa! XD

Retiradoo do blog Insoonia (http://www.insoonia.com/)>>>:


1- GUIA PRÁTICO DA CIÊNCIA MODERNA:

* 1. Se mexer, pertence à Biologia.
* 2. Se feder, pertence à Química.
* 3. Se não funciona, pertence à Física.
* 4. Se ninguém entende, é Matemática.
* 5. Se não faz sentido, é Economia ou Psicologia.
* 6. Se mexer, feder, não funcionar, ninguém entender e não fizer sentido, é INFORMÁTICA.

2- LEI DA PROCURA INDIRETA:
* 1. O modo mais rápido de se encontrar uma coisa é procurar outra.
* 2. Você sempre encontra aquilo que não está procurando.

3- LEI DA TELEFONIA:
* 1. Quando te ligam: se você tem caneta, não tem papel. Se tiver papel, não tem caneta. Se tiver ambos, ninguém liga.
* 2. Quando você liga para números errados de telefone, eles nunca estão ocupados.
* Parágrafo único: Todo corpo mergulhado numa banheira ou debaixo do chuveiro faz tocar o telefone.

4- LEI DAS UNIDADES DE MEDIDA:
* Se estiver escrito ‘Tamanho Único’, é porque não serve em ninguém, muito menos em você…

5- LEI DA GRAVIDADE:
* Se você consegue manter a cabeça enquanto à sua volta todos estão perdendo, provavelmente você não está entendendo a gravidade da situação.

6- LEI DOS CURSOS, PROVAS E AFINS:
* 80% da prova final será baseada na única aula a que você não compareceu, baseada no único livro que você não leu.

7- LEI DA QUEDA LIVRE:
* 1. Qualquer esforço para se agarrar um objeto em queda, provoca mais destruição do que se o deixássemos cair naturalmente.
* 2. A probabilidade de o pão cair com o lado da manteiga virado para baixo é proporcional ao valor do carpete.

8- LEI DAS FILAS E DOS ENGARRAFAMENTOS:
* A fila do lado sempre anda mais rápido.
* Parágrafo único: Não adianta mudar de fila. A outra é sempre mais rápida.

9- LEI DA RELATIVIDADE DOCUMENTADA:
* Nada é tão fácil quanto parece, nem tão difícil quanto a explicação do manual.

10- LEI DO ESPARADRAPO:
* Existem dois tipos de esparadrapo: o que não gruda e o que não sai.

11- LEI DA VIDA:
* 1. Uma pessoa saudável é aquela que não foi suficientemente examinada.
* 2. Tudo que é bom na vida é ilegal, imoral, engorda ou engravida.